quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Por Falar em Dia dos Pais



Quanta alegria desperta
No coração do pequenino
A chegada do seu pai
Amoroso, amigo e querido.

A presença do pai traz consigo
Paz, alegria, segurança, amor,
Proteção, consolo e esperança.

E ambos ficam contentes,
Tanto o pai quanto o filho,
Batendo seus corações
Em uníssono.

Louvado seja Deus que nos permite
Ter a experiência maravilhosa
De ser pai e de ser filho,
Para entendermos o significado
De tê-lo como Pai eterno,
Perfeito, amoroso e bendito.


Confiante e Sossegado



Estar aquietado na alma
Manter a esperança
Permanecer calado.

Confiar apenas em Deus
Para que faça o Seu trabalho.

Suportar a dor que não cessa.
Manter a paz à porta fechada.
Esperar o socorro sem pressa,

Com a força que vem da Graça.

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Fazendo Provisão para o Futuro




 

Como a formiga faz provisão no verão
para ter alimento no inverno,
assim também tenho escrito
para fazer provimento 
para todo o formigueiro dos eleitos.
Para que haja o alimento
do evangelho verdadeiro
à disposição dos famintos e sedentos
da justiça do Reino,
sobretudo nos dias frios por vir
da apostasia de um inverno intenso,
em que haverá escassez 
de tão precioso suprimento,
que é o único pelo qual podemos 
nos manter vivos e saudáveis
para a comunhão com Deus
e com todos os eleitos. 

terça-feira, 5 de agosto de 2014

Vasos Que Não Querem Ser Renovados



Subi ontem a uma casa onde o Grande Oleiro não havia trabalhado.
Lá encontrei dois vasos velhos e rachados, e de sujos que estavam não podiam ser usados. 
Quão diferente poderia ter sido a condição daqueles vasos!
Se tão somente tivessem deixado as mãos habilidosas do Oleiro fazer neles o seu trabalho.
Mas afinal, eles não acreditaram.
Temeram e pensaram que Ele não poderia restaurá-los. 
Ou então calcularam o preço que deveria ser pago, e não se dispuseram a pagá-lo. 
Porque sabiam que deveriam ser quebrados e moídos, 
para serem feitos novos vasos. 
O Oleiro derramaria na mesma massa ressecada
a água maravilhosa da Sua graça. 
Com ela amoleceria o barro e formaria um vaso tão forte,
no lugar daquele que antes era desprezível e fraco, 
e o encheria para um grande uso honrado,
com a excelência do poder do Seu Espírito.
Preferiram entretanto permanecer abandonados,
envelhecendo num canto da casa
até que viessem por fim a ser queimados. 
Triste estória é esta, que chega a doer na alma,
ver vasos que foram tão queridos,
que foram feitos para amar e serem amados,
resistir até o fim Àquele que lhes havia criado. 

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Melancolia



 
Melancolia...
Por muito tempo não te conhecia...
Té que por muitas perdas havidas
Chegaste à minha vida.
 
Tantos amores, amizades, belezas...
Mas tudo aqui é nuvem passageira,
Que no tempo ou na morte se acaba.
 
Melancolia -
Tristezas profundas neste mundo -
Que nos faz enxergar a realidade.
Causa da abertura extensa na alma
Para expectar por tudo que não passa
E que adentra pela eternidade.
 
Melancolia...
A quem nunca eu queria,
Mas sem ti...
Como teria maturidade?
 
Para conviver com a adversidade
E permanecer grato e sossegado
Sabendo que tenho sido cuidado.
 
Mãos firmes e poderosas
Sustentam com amor a minha alma
Té que chegue àquele Dia
Em que terei a mais pura alegria
Sem qualquer melancolia.  

quarta-feira, 30 de julho de 2014

37 anos de casados




Parabéns para você,
Parabéns para mim,
Nesta nossa data
Querida.

Querida é a data,
E muito mais você...
Alegria da minha vida.


sábado, 19 de julho de 2014

Como Encontrar a Paz no Viver



 
Não falo isto em forma de conselho
nem sequer de reprovação...
mas falo por amor a vós e a mim,
meus amados irmãos.
 
Se o coração está agitado
e se há no ar perturbação,
não adianta ficar irritado
e nem sequer passar exortação.
 
Alguns ficam se cobrando...
fazendo força para ficarem calmos
mas nada disto no fim
traz algum bom resultado.
 
A única coisa correta a fazer
é recorrer à graça de Deus
que se encontra em Jesus Cristo.
 
Pedir-lhe que do mal nos livre
e que aquiete o nosso coração.
Então haverá paz por toda parte
por meio dAquele que pode livrar-te.